Jornal da Ordem
Rádio OABRS
Twitter
Facebook
Istagram
Flickr
YouTube
RSS
NOTÍCIAS

03.08.17  |  08h58   

Prático e ágil: 96% dos advogados utilizam agendamento via whats da OAB/RS em presídios gaúchos

Foto: Liziane Lima - OAB/RS

Presidente da OAB/RS, Ricardo Breier, na assinatura do convênio, em 2016.

“É prático, fácil, poupa tempo e é muito mais eficaz”, admitiu o advogado Loir Ítalo de Oliveira Filho, sobre o serviço de agendamento via WhatsApp, que possibilita marcar horários no parlatório do Presídio Central de Porto Alegre (PCPA) e na Penitenciária Estadual do Jacuí (PEJ). O serviço, criado pela OAB/RS, completa hoje um ano e é o mais escolhido pelos advogados: concorrendo com as opões de agendamento por telefone e pessoalmente, via WhatsApp fica com 96% da preferência dos profissionais.

No serviço, o advogado encaminha mensagens aos números (51) 9960-6690 (Presídio Central) ou (51) 9813-5260 (Penitenciária do Jacuí) com seus dados, solicitando horário no parlatório. Usuário do serviço por cerca de três vezes por semana, Oliveira Filho ainda conta que antes fazia agendamento por telefone, mas enfrentava dificuldades para o contato: “O telefone sempre estava ocupado. Isso me obrigava a ir pessoalmente, o que era pior. Às vezes chegava no local, já não havia mais espaço para marcar horário”, afirmou. “Pelo whats, o profissional que está no atendimento já visualiza e responde. Tudo rápido e ágil”, destacou.

“Uma alternativa que está colaborando diretamente com a atuação dos advogados”, diz presidente da OAB/RS

Os números positivos comprovam o sucesso: no começo do funcionamento do agendamento via whats, conveniado entre a Ordem e os presídios, 38% dos advogados passaram a utilizar o serviço (ver gráfico) e 59% ainda faziam ligações, entre os meses de janeiro a dezembro de 2016. A partir de janeiro deste ano até julho, o número subiu para 96% por whats e caiu para 1% por ligações.

Para o presidente da OAB/RS, Ricardo Breier, a utilização da tecnologia como ferramenta de qualificação do trabalho e dos atendimentos deve ser sempre saudadas. “Sem grandes investimentos, mas com criatividade, foi criada uma alternativa que está colaborando diretamente com a atuação dos advogados e seus clientes”, disse. “Dentro da OAB/RS, seguindo o Plano de Valorização da Advocacia, estamos investindo fortemente em novas tecnologias e seguiremos incentivando essas práticas que beneficiam a advocacia”, garantiu.

O diretor da PEJ, Major Luiz Otávio Magalhães dos Reis, comentou que, desde a implementação do serviço, o benefício agradou tanto aos advogados quanto aos agentes penitenciários: “O agendamento acontece com antecedência, e o apenado fica pronto para falar com o advogado. O atendimento ficou mais ágil e facilitou a nossa organização”, disse.

O membro da Comissão de Direitos Humanos, Rodrigo Cabral, que participou da criação do projeto e acompanhou toda a implementação da ferramenta, lembrou que houve um momento em que os presídios chegaram a ficar sem telefone, o que fez a iniciativa ser colocada em prática: “Sem sombra de dúvida a melhora no sistema de agendamento e o tempo para espera no estabelecimento prisional caíram muito. Hoje, o serviço via WhatsApp é indispensável, tendo seu funcionamento melhorado muito o contato com os presídios, garantindo rapidez dos agendamentos, diminuindo o tempo de espera”, falou.

Faça seu agendamento via Whats. Veja como funciona:

- O advogado encaminhará mensagens aos números (51) 9960-6690 (Presídio Central) ou (51) 9813-5260 (Penitenciária do Jacuí) com os seguintes dados:

a) nome completo do advogado;
b) número da OAB;
c) horário para atendimento;
d) nome dos apenados (sem limites), lembrando que só vão sendo retirados de 5 (cinco) em 5 (cinco) apenados, por advogado.

– Para evitar lotação no parlatório, serão atendidos apenas 6 (seis) advogados a cada 15 minutos, e o controle ficará a cargo do servidor (brigadiano ou agente penitenciário), que deverá seguir a ordem cronológica de mensagens recebidas.

– Somente se não possuir mais horário vago, o servidor encaminhará mensagem de WhatsApp ao advogado, informando o primeiro horário disponível.

– As mensagens devem ser encaminhadas pelo advogado ao WhatsApp do parlatório do PCPA, conforme o item 2.1, com antecedência de 30 (trinta) minutos, para que se tenha tempo de realizar os trâmites referentes à retirada do apenado das galerias, agilizando assim o serviço.

– O agendamento pelo telefone (51) 32884466 seguirá sendo utilizado, bem como o presencial.

 Caroline Tatsch

Jornalista

REDES SOCIAIS E FEED
RSS
YouTube
Flickr
Istagram
Facebook
Twitter
RECEBA INFORMAÇÕES
e-mail
Whatsapp
JORNAL DA ORDEM
Jornal da Ordem
RÁDIO OAB/RS
Rádio OABRS
MAPA DO SITE
Abrir
(51) 3287.1800
Rua Washington Luiz, 1110 - Centro - CEP 90010-460 - Porto Alegre - RS
© Copyright 2017 Ordem dos Advogados do Brasil Seccional RS    |    Desenvolvido por Desize