CDAP

COMISSÃO DE DEFESA, ASSISTÊNCIA E PRERROGATIVAS DOS ADVOGADOS

NOTÍCIAS

13.11.08   

30 anos depois: OAB/RS presta homenagem a advogado e vítimas da Operação Condor

Foto: Aline Schons - OAB/RS

Foto: Lauro Rocha - OAB/RS

Foto: Lauro Rocha - OAB/RS

Foto: Lauro Rocha - OAB/RS

Foto: Lauro Rocha - OAB/RS

Foto: Lauro Rocha - OAB/RS

Foto: Lauro Rocha - OAB/RS

Foto: Lauro Rocha - OAB/RS

Foto: Lauro Rocha - OAB/RS

Aqueles que estiveram presentes na noite desta quarta-feira (12/11) no auditório da OAB/RS, puderam ver o reencontro de personagens da história latino-americana, lado a lado, numa justa homenagem organizada pela Ordem gaúcha, por meio das Comissões de Direitos Humanos Sobral Pinto da OAB/RS (CDH), e de Defesa, Assistência e Prerrogativas dos Advogados (CDAP) e pelo Movimento de Justiça e Direitos Humanos.

Vítimas de um seqüestro motivado por razões políticas, os uruguaios Lílian Celiberti e Universindo Díaz, juntamente com seu advogado Omar Ferri, foram homenageados pela passagem de 30 anos de um dos mais tenebrosos momentos da história política da América Latina.

A heterogênea platéia, formada por estudantes, advogados, membros de diversas comissões da OAB/RS, ativistas e defensores dos Direitos Humanos, familiares dos homenageados, dentre outros, puderam, inicialmente, conferir o documentário Cone Sul, de João Guilherme Barone e Ênio Staüb, que contou a história do seqüestro dos uruguaios.

Após a apresentação do documentário, a presidente em exercício da Ordem gaúcha, Maria Helena Camargo Dornelles, fez as saudações aos presentes. “Estamos aqui, 30 anos depois, não só para lembrar o terror vivido, mas também para, em nome da nação brasileira, pedir desculpas à Lílian e ao Universindo, e lembrar a valorosa atuação do advogado Omar Ferri, um incansável defensor da liberdade, da cidadania e do Estado Democrático de Direito”, afirmou Maria Helena.

O presidente da OAB/RS, Claudio Lamachia, que encontra-se em Natal-RN, onde acontece a XX Conferência Nacional dos Advogados, enviou uma mensagem aos homenageados, que foi lida pelo chefe de gabinete da entidade, Julio Cezar Caspani.  No texto, Lamachia lembrou do papel de defesa intransigente da democracia desenvolvido historicamente pela OAB/RS, e em especial pelo advogado Omar Ferri, cuja demonstração de coragem e humanismo honram a toda a classe.

O presidente do Movimento de Justiça e Direitos Humanos, e membro da Comissão Especial de Direitos Humanos Sobral Pinto da OAB/RS, Dani Rudnicki, lembrou que “é preciso pensar nos Direitos Humanos como uma caminhada incessante” e destacou também o trabalho realizado pela imprensa na ocasião, especialmente pelo jornalista Luiz Cláudio Cunha (também presente), que foi, juntamente com o fotógrafo João Batista Scalco, ambos à época, da sucursal da Editora Abril em Porto Alegre, responsáveis pela descoberta da trama que planejou e executou o seqüestro de Lílian e Universindo.

Estiveram presentes ainda à cerimônia, o coordenador da Comissão De Direitos Humanos Sobral Pinto da OAB/RS, Ricardo Breier, o presidente da Comissão de Defesa, Assistência e Prerrogativas dos Advogados - CDAP, José Ramos de Oliveira Neto, o coordenador das Subseções da OAB/RS, Luiz Eduardo Amaro Pellizzer, as membros da Comissão Especial da Mulher Advogada da OAB/RS, Jane Rossi e Márcia Guahnon, o membro da CDAP, Marçal Diogo, os desembargadores Bráulio Marques e Humberto Guaspari Sudbrak (representando o Movimento Internacional de Juízes),o conselheiro do Movimento de Justiça e Direitos Humanos Jair Krischke, o membro do Piquete da OAB/RS, Air Bergental, além de familiares dos homenageados, estudantes, ativistas e defensores dos Direitos Humanos.

REDES SOCIAIS E FEED
RSS
YouTube
Flickr
Istagram
Facebook
Twitter
RECEBA INFORMAÇÕES
e-mail
Whatsapp
JORNAL DA ORDEM
Jornal da Ordem
RÁDIO OAB/RS
Rádio OABRS
Ordem dos Advogados do Brasil - Seccional Rio Grande do Sul - CDAP
Rua Washington Luiz, 1110 - Centro - CEP 90010-460 - Porto Alegre - RS
© Copyright 2021 OAB/RS - CDAP    |    Desenvolvido por Desize