CDAP

COMISSÃO DE DEFESA, ASSISTÊNCIA E PRERROGATIVAS DOS ADVOGADOS

NOTÍCIAS

27.06.12   

Defesa pela valorização dos honorários advocatícios é luta permanente da OAB/RS

A entidade vem, constantemente, atuando em diversas frentes contra o aviltamento da verba que tem natureza alimentar para os advogados, assim como o subsídio para magistrados e membros do MP. 

A questão dos honorários advocatícios foi um dos pontos mais debatidos durante os trabalhos do Colégio de Presidentes da OAB/RS, em Capão da Canoa, ocorrido no final de maio. No Rio Grande do Sul, a Ordem vem desde 2007 empenhando esforços na luta pela valorização dos honorários advocatícios. Uma das ações da entidade foi a criação de uma ouvidoria especial, vinculada ao gabinete da presidência, na qual os advogados mantém o contato permanente da entidade e manifestam-se sobre eventuais problemas enfrentados pela classe.

A OAB/RS vem oficiando diversos magistrados, reiterando a importância da fixação digna dos valores pagos aos advogados e, ainda, por meio da CDAP, buscando atuar como assistente em processos, a fim de resguardar o direito dos profissionais.Outra medida são as constantes reuniões, por todo o Interior do RS, nas quais, o presidente da Ordem gaúcha, Claudio Lamachia, tem buscado falar pessoalmente com os magistrados, a fim de conscientizá-los sobre a importância da não compensação e não aviltamento dos honorários advocatícios.

Durante a Caravana das Prerrogativas, que realizou audiências públicas com os advogados das 106 subseções e da Capital, o aviltamento da verba honorária foi um dos problemas mais apontados pelos profissionais. Neste sentido, o presidente da CDAP, conselheiro seccional Marcelo Bertoluci, oficiou juízes, buscando informações e soluções.

A OAB/RS possui, ainda, a campanha de valorização da Tabela de Honorários, em que, a Comissão do Jovem Advogado busca orientar os advogados em início de carreira, para que recusem causas nas quais os valores de honorários sejam irrisórios. Nos últimos meses, inclusive, o Grupo de Trabalho de Atualização da Tabela de Honorários vem debatendo o aperfeiçoamento do documento indispensável para o exercício da advocacia.

No âmbito legislativo, a Ordem gaúcha apresentou o PLC 13/2010 – que veda a compensação de honorários advocatícios e que garante de maneira simples a solução para um problema histórico de mais de 700 mil advogados. "Lamentavelmente, a proposta foi apensada ao projeto que trata das reformas do CPC. Não podemos esperar mais dois, três anos pela aprovação deste projeto de suma importância para toda a classe. Os honorários advocatícios são verbas de natureza alimentar, assim como são os subsídios para os juízes e o salário para os trabalhadores", reforça Lamachia.

Desde o ano passado, o Conselho Federal iniciou uma campanha nacional de defesa dos honorários advocatícios. Entre as ações que serão deflagradas está o ingresso da entidade na condição de assistente, em todos os recursos em tramitação nos tribunais superiores nos quais esteja em discussão o aviltamento dos honorários.

A entidade também está lutando junto à Câmara dos Deputados pela manutenção do texto do projeto do novo Código de Processo Civil no que diz respeito a honorários advocatícios. O objetivo é assegurar a natureza alimentar dos honorários. Na mesma linha, a OAB conquistou a aprovação, na Câmara dos Deputados, do projeto de lei que institui o direito aos honorários de sucumbência no âmbito da Justiça do Trabalho.
REDES SOCIAIS E FEED
RSS
YouTube
Flickr
Istagram
Facebook
Twitter
RECEBA INFORMAÇÕES
e-mail
Whatsapp
JORNAL DA ORDEM
Jornal da Ordem
RÁDIO OAB/RS
Rádio OABRS
Ordem dos Advogados do Brasil - Seccional Rio Grande do Sul - CDAP
Rua Washington Luiz, 1110 - Centro - CEP 90010-460 - Porto Alegre - RS
© Copyright 2020 OAB/RS - CDAP    |    Desenvolvido por Desize