CEAFPPI

COMISSÃO ESPECIAL DE ACOMPANHAMENTO E FISCALIZAÇÃO DE PROCEDIMENTOS DE PREVENÇÃO DE INCÊNDIO

NOTÍCIAS

27.09.13   

Sala da OAB/RS oferece validação de certificado digital para advogados no Foro Trabalhista de Porto Alegre

Foto: Inácio do Canto/ Secom TRT4

OAB/RS

Foto: Inácio do Canto/ Secom TRT4

OAB/RS

Foto: Inácio do Canto - Secom/TRT4

Espaço funciona no Foro Trabalhista da Capital

Foto: Inácio do Canto - Secom/TRT4

Espaço funciona no Foro Trabalhista da Capital

Foto: Inácio do Canto/ Secom TRT4

OAB/RS

Foto: Inácio do Canto/ Secom TRT4

OAB/RS

Foto: Inácio do Canto - Secom/TRT4

Espaço funciona no Foro Trabalhista da Capital

Foto: Inácio do Canto - Secom/TRT4

Espaço funciona no Foro Trabalhista da Capital

O serviço é oferecido de segunda a sexta-feira (exceto feriados), das 13h30min às 17h30min.

Com a implementação do Processo Judicial Eletrônico (PJe-JT) na Capital, os advogados usuários da Justiça do Trabalho precisarão do certificado digital para fazer o cadastramento e utilizar o novo sistema. O certificado pode ser adquirido na Sala da OAB/RS no Foro Trabalhista de Porto Alegre, através da empresa terceirizada Certisign. O serviço é oferecido de segunda a sexta-feira (exceto feriados), das 13h30min às 17h30min.

O certificado digital também pode ser adquirido pelo site http://www.oab.org.br/acoab. Outras informações podem ser encontradas no site do Instituto Nacional de Tecnologia da Informação: www.iti.gov.br/certificacao-digital.

De acordo com o presidente da Comissão de Direito da Tecnologia da Informação (CEDTI) da Ordem gaúcha, Carlos Albornoz, até o dia 31 de agosto foram contabilizados 8.655 certificados digitais validados no Estado, sendo 4.678 apenas no ano de 2013. "Com a implantação do PJe-JT no TRT4, esse número vem crescendo consideravelmente, sendo que 10% do total dos certificados foi validado durante o mês de agosto", declarou Albornoz.

Realizando o processo de validação da certificação digital, a tesoureira da Comissão Especial do Jovem Advogado da OAB/RS, Fabiana Lang, ressaltou que o documento eletrônico é extremamente necessário, pois é um requisito imprescindível para a utilização do processo eletrônico. "É importante que o advogado tenha a consciência, de que sem este procedimento, ele não poderá advogar no novo sistema", enfatizou Fabiana.

 Com informações do TRT4

Rafaella Rosar
Estagiária de Jornalismo

 

REDES SOCIAIS E FEED
RSS
YouTube
Flickr
Istagram
Facebook
Twitter
RECEBA INFORMAÇÕES
e-mail
Whatsapp
JORNAL DA ORDEM
Jornal da Ordem
RÁDIO OAB/RS
Rádio OABRS
Ordem dos Advogados do Brasil - Seccional Rio Grande do Sul - CEAFPPI
Rua Washington Luiz, 1110 - Centro - CEP 90010-460 - Porto Alegre - RS
© Copyright 2021 OAB/RS - CEAFPPI    |    Desenvolvido por Desize