OAB/RS inicia segunda edição da Caravana das Prerrogativas no final de julho


18.06.13

O projeto pioneiro da Ordem gaúcha percorrerá, novamente, as 106 subseções da OAB no Estado, tendo o intuito conhecer, prevenir e sanar casos de desrespeito às prerrogativas da classe e com isso, melhorar efetivamente a vida profissional de cada advogado.

Buscando intensificar o trabalho contra a violação das prerrogativas dos advogados, a OAB/RS, por intermédio da Comissão de Defesa, Assistência e Prerrogativas (CDAP), lançou no último Colégio de Presidentes a segunda edição da Caravana das Prerrogativas.

O projeto pioneiro da Ordem gaúcha percorrerá, novamente, as 106 subseções da OAB no Estado, tendo o intuito conhecer, prevenir e sanar casos de desrespeito às prerrogativas da classe e com isso, melhorar efetivamente a vida profissional de cada advogado. Em cada cidade, ocorrerá uma audiência pública, na qual se recolherão informações sobre as dificuldades enfrentadas no exercício da profissão, no que diz respeito à violação de prerrogativas.

Após a visita, é instaurado um expediente sobre os problemas enfrentados e a CDAP prontamente adota medidas com relação ao que foi relatado pelos profissionais. Além disso, os advogados de todo o Estado podem entrar em contato a qualquer momento com a Comissão, através do plantão 24h, pelo telefone (51) 8170-7556.

Conforme o presidente da CDAP, Eduardo Zaffari, "a segunda edição das Caravanas vem ao encontro do trabalho incansável da OAB/RS contra a violação das prerrogativas profissionais. A ida em cada subseção tem um papel fundamental de aproximação da seccional com os advogados no contexto local. É importante a presença da CDAP para demonstrar que tratamos das prerrogativas profissionais como prioridade e de forma profissional".

Para o presidente da OAB/RS, Marcelo Bertoluci - que foi presidente da CDAP e quem iniciou o projeto das Caravanas –é de extrema relevância que este trabalho se perpetue. "Com as visitas que realizamos nas subseções, tivemos a oportunidade de explicar o trabalho da Comissão, conhecemos, in loco, cada dificuldade enfrentada pelos advogados, e tivemos muitos resultados positivos sobre o trabalho da CDAP com relação às temáticas trazidas pelos profissionais".

Bertoluci também destacou que o trabalho da Ordem gaúcha contra a violação das prerrogativas tem ecoado em todo o País. "As Caravanas serão implantadas pelo Conselho Federal da OAB, como parte da Campanha Nacional pela Dignidade dos Honorários. Fomos a primeira OAB do País a contar com uma ouvidoria de honorários, experiência agora adotada também pelo CFOAB. Assim como também fomos pioneiros na criação da Procuradoria Regional das Prerrogativas", enfatizou.

Juliana Jeziorny
Jornalista – MTB 15.416