Ordem gaúcha participará do I Encontro Nacional de Defesa das Prerrogativas


25.09.13

Durante o evento que será realizado, no dia 02 de outubro, no Conselho Federal da OAB, em Brasília, Zaffari falará sobre a vanguarda da OAB/RS com a criação da Procuradoria da CDAP e do modelo pioneiro da Caravana das Prerrogativas. 

O presidente da Comissão de Defesa, Assistência e Prerrogativas (CDAP), conselheiro seccional Eduardo Zaffari, juntamente com o procurador regional de Defesa das Prerrogativas, Rodrigo Machado, participará do I Encontro Nacional de Defesa das Prerrogativas, que será realizado, no dia 02 de outubro, no Conselho Federal da OAB, em Brasília.

O evento reunirá a diretoria da entidade, a Procuradoria Nacional de Defesa de Prerrogativas, a Comissão Nacional de Defesa das Prerrogativas e Valorização da Advocacia, as Procuradorias Seccionais e as Comissões Seccionais.

Segundo Zaffari, a Ordem gaúcha está na vanguarda de ações pela valorização da advocacia. "Nossa atuação é sintonizada com o CFOAB, tanto que fomos a primeira seccional a criar a Procuradoria da CDAP. A iniciativa pioneira da Caravana das Prerrogativas, desenvolvida pelo hoje presidente da OAB/RS, Marcelo Bertoluci, está sendo implantada em diversas seccionais do País, como parte da Campanha Nacional pela Dignidade dos Honorários, coordenada por Claudio Lamachia, nosso vice-presidente nacional da entidade", ressaltou Zaffari.

O presidente nacional da OAB, Marcus Vinicius Furtado, destacou que a defesa das prerrogativas "é ponto central das ações entidade". Ele lembrou, ainda, que no primeiro dia de gestão da atual diretoria, criou a Procuradoria Nacional de Defesa de Prerrogativas.

Conforme o procurador nacional de Defesa das Prerrogativas, José Luís Wagner, "a defesa das prerrogativas e a valorização da advocacia são prioridades na gestão da entidade. O evento representa um momento de reflexão sobre o que se está fazendo no País sobre esta matéria, e o que se fará de agora em diante".

O presidente da Comissão Nacional de Defesa das Prerrogativas e Valorização da Advocacia, Leonardo Accioly destacou que o encontro será muito importante para o fortalecimento do sistema nacional de defesa das prerrogativas. "É, ainda, uma oportunidade para que primeiro possamos ouvir os problemas recorrentes nas seccionais, ter ciência das experiências positivas desenvolvidas nos estados, para juntos podermos criar políticas e ações conjuntas".

"A partir desta avaliação da realidade nacional, trataremos de temas cruciais para a advocacia, como a coordenação do trabalho do Conselho Federal com o que vem sendo realizado nos Conselhos Seccionais", destacou Wagner, que lembrou, ainda, que o tema incorpora as preocupações da entidade "com as constantes situações de desrespeito às prerrogativas profissionais, o aviltamento dos honorários advocatícios, o acesso dos advogados aos prédios do Poder Judiciário, o atendimento dos advogados por juízes, promotores e órgãos da administração pública, dentre outros".

Com informações do CFOAB

Rodney Silva
Jornalista – 14.759