Caravana das Prerrogativas percorrerá mais subseções da OAB/RS nos próximos meses


12.11.13

Audiências públicas serão realizadas em Cachoeira do Sul, Encantado, Guaporé, Lajeado, Venâncio Aires, Rio Pardo, São Sebastião do Caí, Montenegro, Estrela, Casca, Marau, Tapejara, Júlio de Castilhos, Tupanciretã, Salto do Jacuí, Sobradinho, Torres, Bom Jesus e Vacaria.

A segunda edição da Caravana das Prerrogativas da OAB/RS segue percorrendo as subseções de todo o Estado, com o intuito de conhecer, prevenir e sanar casos de desrespeito profissional. O roteiro iniciou por Viamão e Não-Me-Toque.

Nos próximos meses, as audiências públicas serão realizadas em Cachoeira do Sul, Encantado e Guaporé (25 de novembro); Lajeado, Venâncio Aires e Rio Pardo (10 de dezembro); São Sebastião do Caí, Montenegro e Estrela (17 de dezembro); Casca, Marau e Tapejara (28 de janeiro); Júlio de Castilhos, Tupanciretã, Salto do Jacuí e Sobradinho (06 e 07 de fevereiro); e Torres, Bom Jesus e Vacaria (27 de fevereiro).

O presidente da Comissão de Defesa, Assistência e Prerrogativas (CDAP), conselheiro seccional Eduardo Zaffari, se reunirá com os advogados para dar continuidade ao trabalho contra a violação das prerrogativas. “É essencial que os advogados participem dos encontros para contribuírem com informações. A presença da OAB/RS visa demonstrar que tratamos das prerrogativas como prioridade e de forma profissional”, reforçou Zaffari, citando que após a visita, é instaurado um expediente sobre os problemas enfrentados e a CDAP prontamente adota medidas com relação ao que foi relatado pelos profissionais.

Pioneirismo da OAB/RS

Segundo o presidente da entidade, Marcelo Bertoluci – que conduziu a CDAP e iniciou o projeto em 2011 – as reuniões com as subseções são permanentes. “Com as visitas que realizamos, tivemos resultados positivos e a oportunidade de intensificar a atuação da entidade em relação às prerrogativas e conhecermos, in loco, cada dificuldade enfrentada pelos advogados”, assegurou.

O pioneirismo da OAB/RS com a Caravana das Prerrogativas foi reconhecido pelas demais seccionais, tanto que o Conselho Federal da OAB está implantando o projeto no âmbito da Campanha Nacional pela Dignidade dos Honorários.

A iniciativa já funciona em Santa Catarina, Bahia, Piauí, Rondônia, Rio Grande do Norte, Pernambuco, Mato Grosso, Mato Grosso do Sul, Minas Gerais, Tocantins, Paraíba, Goiás, Acre e Amapá.

Rodney Silva
Jornalista – MTB 14.759