CAA/RS e Comissão da Mulher Advogada juntas em defesa dos direitos da Mulher


28.02.19

 

Na semana posterior há um dos casos de maior repercussão de violência contra a mulher no Brasil, as diretoras da Caixa dos Advogados do RS (CAA/RS), Mariana Melara Reis e Claridê Chitolina Taffarel, estiveram reunidas com a presidente e vice-presidente da Comissão da Mulher Advogada da OAB/RS (CMA), Claudia Sobreiro de Oliveira e Luciana Almeida da Silva Teixeira para tratar de ações de conscientização para o mês da mulher.

O objetivo do encontro foi tratar em conjunto sobre a temática da campanha, bem como as atividades a serem desenvolvidas. “O foco está na mulher advogada como protagonista e em defesa dos direitos de todas as mulheres”, disse a vice-presidente da CAA/RS, Mariana. Para a presidente da CMA, Claudia Sobreiro de Oliveira, o engajamento deverá ser permanente. “Temos muitas mulheres capacitadas com papel fundamental e agregador na advocacia. É preciso mobilizá-las e integrá-las na campanha”, frisou a presidente da CMA, Claudia Sobreiro de Oliveira.

Ambas representantes das entidades defendem que embora haja uma rede de combate aos casos de violência contra a mulher, ainda há muito que fazer para mudar essa realidade na sociedade. O lançamento da campanha está previsto para o próximo dia 8 de março, dia Internacional da Mulher, com blitz nos principais locais de circulação da classe, como fóruns, comarcas e subseções.

Estatísticas

De acordo com o 12º Anuário Brasileiro de Segurança Pública, de 2017, divulgado no Fórum Brasileiro de Segurança Pública, o país registrou mais 60 mil estupros e 221 mil crimes enquadrados na Lei Maria da Penha. Especialistas na área consideram alarmante, o número desse tipo de crime. Ainda de acordo com o estudo, o Rio Grande do Sul ocupa o 3º lugar, entre os estados com maior número de feminicídios do Brasil.

Fotos e Texto: Priscila Rodrigues - Divulgação CAA/RS
Assessoria de Imprensa da CAA/RS