eproc em Porto Alegre: 20 mil processos distribuídos em um mês


21.06.19

O cronograma de implantação do eproc tem se cumprido rigorosamente. No dia 13/6, o sistema completou um mês de uso obrigatório na matéria cível na Comarca de Porto Alegre. De acordo com a Direção de Tecnologia da Informação e Comunicação do Judiciário gaúcho e da Corregedoria-Geral da Justiça, durante este primeiro mês, foram cerca de 20 mil processos na Capital que ingressaram pelo sistema eproc.

O presidente da OAB/RS, Ricardo Breier, ressalta que os números são resultado da demanda da Ordem gaúcha que, após ouvir o pleito da advocacia gaúcha, reiterou, junto ao Tribunal do Estado, a necessidade de um sistema de processo eletrônico que atendesse as demandas da cidadania. “Nossa entidade comemora todas as notícias de implantação, afinal, o sistema eproc é fundamental para o dia a dia da advocacia, pois auxilia muito o exercício profissional, além de trazer benefícios para a cidadania devido à celeridade do sistema.  Uma das metas de gestão que estabeleci é acompanhar, passo a passo, a implantação do eproc na Justiça do Estado”, destaca Breier.

Luta da OAB/RS

A implantação do eproc na Justiça Estadual é mais um resultado do esforço empreendido pela OAB/RS, através da Comissão Especial de Direito da Tecnologia da Informação (CEDTI), para sensibilizar o Tribunal sobre as dificuldades do sistema e-Themis e sobre a importância da migração para o processo eletrônico já utilizado no TRF4. Esse tema foi pauta recorrente nos Colégios de Presidentes das 106 subseções e foi a reinvindicação nº 1 dos advogados atuantes nos escritórios visitados pelo presidente da entidade no projeto “De Colega para Colega”.

Com informações do TJRS.

 

Texto: Leonardo Kaller

Arte: Rafael Martins

Assessoria de Comunicação da OAB/RS

(51) 3287-1821 / 1867