Breier e Lamachia acompanham sabatina da desembargadora Tânia Reckziegel para conselheira do CNJ


05.11.19

O presidente da OAB/RS, Ricardo Breier e o membro honorário vitalício e ex-presidente da OAB/RS e da OAB Nacional, Claudio Lamachia, acompanharam a sabatina da desembargadora do TRT4, Tânia Reckziegel, para a aprovação de sua indicação ao Conselho Nacional de Justiça (CNJ).

A sabatina ocorreu na Comissão de Constituição e Justiça do Senado, na tarde da terça-feira (05). A indicação agora será encaminhada ao plenário da casa legislativa. Em setembro deste ano, o Pleno do Tribunal Superior do Trabalho elegeu o nome da desembargadora para compor o CNJ no biênio 2019-2021.

O presidente da OAB/RS, Ricardo Breier, aproveitou a ocasião para desejar sucesso e sorte a Tânia nesse novo desafio, ocupando um cargo de extrema importância na quadra nacional. “A seccional do Rio Grande do Sul estará sempre de portas abertas e disposta a seguir contribuindo com o diálogo que necessitamos entre todos os poderes. É importante ressaltar que a magistrada veio da advocacia, pelo Quinto Constitucional, o que nos aproxima ainda mais”, destaca o presidente da Ordem gaúcha.

Saudando a desembargadora, Lamachia lembra que Tânia foi indicada para a Lista Sêxtupla do Quinto Constitucional, eleita pelo Conselho Pleno da OAB/RS em 2012, quando ele era presidente da seccional. “É com muita alegria que vejo essa carreira bem-sucedida ser coroada com o cargo no CNJ. Tânia é uma profissional competente e comprometida que tem honrado o instituto do quinto constitucional. Tenho muito orgulho de ter sido em minha gestão à frente da oabrs que ela foi indicada ao TRT4".

Entenda

A desembargadora Tânia Regina Silva Reckziegel, integrante do Tribunal Regional do Trabalho da 4ª Região (TRT-RS), que deverá ser um dos três representantes da Justiça do Trabalho no Conselho Nacional de Justiça (CNJ) no período 2019-2021.

Sua indicação e a da juíza do trabalho Flávia Moreira Guimarães Pessoa, da 4ª Vara do Trabalho de Aracaju (SE), para as vagas destinadas a magistrados de segundo e primeiro graus da Justiça do Trabalho, foram aprovadas pelo Pleno do Tribunal Superior do Trabalho (TST), em sessão realizada nesta terça-feira (24/9). As indicações devem ser aprovadas pelo plenário do Senado Federal, após sabatina pela Comissão de Constituição e Justiça daquela casa.

Presenças

Também estavam presentes os ministros do TST, Hugo Carlos Scheuerman e Maria Cristina Peduzzi; o senador Luis Carlos Heinze; e o desembargador do TRT4, João Pedro Silvestrin.

 

Texto: Lucas Pfeuffer
Assessoria de Comunicação OAB/RS
(51) 3287-1821/1867