Reunião da subseção de Bagé com corregedoria do TJRS gera resultados para a advocacia


18.02.21

Após uma reunião do vice-presidente da OAB/RS, Jorge Fara, do presidente da subseção de Bagé, Marcelo Marinho, com o juiz-corregedor do TJRS, Max Akira, ocorrida no início de fevereiro, foi expedida uma ordem de serviço regulamentando o atendimento prioritário da advocacia nos foros da Comarca.

Na oportunidade, os dirigentes apresentaram uma série de pedidos à corregedoria. Fara e Marinho falaram sobre as dificuldades que a advocacia estava enfrentando na comunicação com as varas e com os juízes. Bem como requisitaram mudanças no método de atendimento dos advogados nos foros de Bagé, alegando os problemas que o sistema de fichas trazia. O juiz Akira garantiu que as medidas cabíveis seriam tomadas.

“A reunião foi muito profícua, saímos satisfeitos e esperançosos sobre uma atitude do Tribunal”, relembra Marinho. “Agora estamos vendo os seus resultados imediatos, fruto do diálogo aberto e colaborativo que construímos”, completou.

Dessa forma, a Ordem de Serviço n° 01/2021, expedida pelo diretor do Foro da Comarca de Bagé, Ricardo Pereira, determinou uma série de mudanças no protocolo de prestação dos serviços jurisdicionais e do atendimento presencial. Entre elas, está a extinção da necessidade de agendamento por fichas nas varas locais – uma das principais demandas da reunião anterior. Além disso, a Ordem determinou que o protocolo voltará a receber processos/documentos de cargas externas, não mais somente a carga rápida.

Veja a Ordem de Serviço n° 01/2021 aqui