Jornal da Ordem
Rádio OABRS
Twitter
Facebook
Instagram
Flickr
YouTube
spotfy
RSS
NOTÍCIAS

13.09.19  |  16h26   

OAB/RS realizou Seminário sobre Suicídio e Automutilação

Foto: Niége Moreira - OAB/RS

Foto: Niége Moreira - OAB/RS

Foto: Niége Moreira - OAB/RS

Foto: Niége Moreira - OAB/RS

Foto: Niége Moreira - OAB/RS

Foto: Niége Moreira - OAB/RS

Foto: Niége Moreira - OAB/RS

Foto: Niége Moreira - OAB/RS

Foto: Niége Moreira - OAB/RS

Foto: Niége Moreira - OAB/RS

Foto: Niége Moreira - OAB/RS

Foto: Niége Moreira - OAB/RS

Foto: Niége Moreira - OAB/RS

Foto: Niége Moreira - OAB/RS

Foto: Niége Moreira - OAB/RS

Foto: Niége Moreira - OAB/RS

Foto: Niége Moreira - OAB/RS

Foto: Niége Moreira - OAB/RS

Foto: Niége Moreira - OAB/RS

Foto: Niége Moreira - OAB/RS

Foto: Niége Moreira - OAB/RS

Foto: Niége Moreira - OAB/RS

Foto: Niége Moreira - OAB/RS

Foto: Niége Moreira - OAB/RS

Foto: Niége Moreira - OAB/RS

Foto: Niége Moreira - OAB/RS

A Comissão da Criança e do Adolescente da OAB/RS (CCA), em parceria com a Comissão de Acompanhamento Legislativo da OAB/RS (CEAL) e a Assembleia Legislativa do Rio Grande do Sul, realizaram o “Seminário sobre Suicídio e Automutilação na Infância e Adolescência”. A iniciativa abordou o enfrentamento e combate de questões, envolvendo a automutilação e o suicídio infanto-juvenil. O evento ocorreu no OAB/RS Cubo (Rua Manoelito de Ornellas, 55 – Porto Alegre) na manhã desta sexta-feira (13).

Na abertura, a secretária-geral adjunta da OAB/RS, Fabiana da Cunha Barth, reiterou que a Entidade sempre estará disposta a contribuir com esse debate junto à sociedade. Fabiana abordou também a campanha Setembro Amarelo: “É um tema que devemos debater todos os meses, todos os anos, todos os dias, pois os números crescem cada vez mais. Não é um assunto que pode ser estigmatizado. Definitivamente, não pode ser um não-assunto”, comunicou.

O presidente da CCA, Carlos Kremer, alertou para a importância do Seminário: “É um tema muito preocupante que, cada vez mais, se alastra. Nós precisamos descobrir o motivo desse crescimento. O propósito desse seminário é o de investigar as causas, compreendê-las para poder combatê-las e dentro dessa temática”, destacou.

O membro da CEAL, Rafael Friedrich, destacou o papel dos professores na vida das crianças e dos adolescentes. Segundo ele, eles são o primeiro contato e que podem perceber o que ocorre com algum jovem: “A criança revela, na escola, um comportamento diferenciado, pois é lá que é possível perceber sinais de que essa criança está praticando a automutilação”, falou.

O presidente da Frente Parlamentar de Defesa da Criança e do Adolescente AL/RS - deputado estadual, Elizandro Sabino, conduziu a mesa de palestra durante o Seminário. De acordo com ele, a realização do evento trará resultados: “É uma oportunidade para debatermos esse tema e buscarmos soluções para atuarmos da melhor maneira em prol das crianças e dos adolescentes”, comentou.

O evento teve como primeira palestra: “O cenário epidemiológico do suicídio no RS”. A coordenadora do Comitê Estadual de Promoção da Vida e Prevenção do Suicídio e Especialista em Vigilância em Saúde, Andréia Novo Volkmer, chamou a atenção para o número de suicídios no Brasil: “O país é o oitavo, com 11 mil por ano, e, a cada morte registrada, se tem a estimativa de que outras 20 pessoas vão tentar se matar. No Rio Grande do Sul, registra-se quatro casos por dia, e o nosso estado junto com o de Santa Catarina são aqueles com maiores taxas registradas durante 2011 e 2017”, alertou.

Na sequência, a vice coordenadora do Comitê Estadual de Promoção da Vida e Prevenção do Suicídio, Marlise Fraga de Souza, falou sobre o Programa de Saúde na Escola: “É um trabalho importante, conseguimos nos aproximar dos jovens e dar um suporte maior, além de conhecermos a realidade na qual eles estão inseridos”, disse. Outro ponto abordado foi sobre a atuação dos Centros de Atenção Psicossocial em Porto Alegre, que acompanham pessoas com problemas de saúde mental. Saiba mais aqui.

Na mesma linha, o presidente da Associação dos Conselheiros e ex-conselheiro tutelar do Rio Grande do Sul, Jeferson de Leon, lembrou a Audiência Pública e o lançamento da Campanha “Vote Consciente – Conselho Tutelar”, realizada no início da semana pela Ordem gaúcha: “Somos responsáveis pela aplicação do ECA e precisamos zelar pelas crianças e pelos adolescentes, é para eles que nós nos dedicamos todos os dias”, salientou.

O médico psiquiatra da Infância e Adolescência pelo Hospital de Clínicas de Porto Alegre (HCPA), Jader Piccin, informou que o suicídio foi a segunda causa de morte no mundo em 2017: “O número é muito elevado e precisamos ter atenção, pois temos acesso somente a àqueles que causaram morte. Imaginem se tivéssemos como calcular as tentativas”, informou. “Precisamos nos colocar à disposição das pessoas, dar nosso apoio e, principalmente, ouvi-las”, falou.

O evento ainda contou com a palestra do presidente da União Nacional dos Legisladores e Legislativos Estaduais (UNALE) e deputado estadual (SC), Kennedy Nunes, que foi na mesma linha e reiterou a importância de abordar o tema: “Precisamos salvar vidas e falar com nossos filhos, nossos pais, nossos parentes e amigos sobre esse tema. Um evento como esse é fundamental para a nossa sociedade”, disse.

O evento também contou com a presença do diretor da revista eletrônica da ESA/RS, Alexandre Torres Petry; da deputada federal, Liziane Bayer; e da deputada estadual, Franciane Bayer.

Texto: João Vítor Pereira
Fotos: Niege Moreira
Asessoria de Comunicação OAB/RS
(51) 3287-1821/1867

REDES SOCIAIS E FEED
RSS
spotfy
YouTube
Flickr
Instagram
Facebook
Twitter
RECEBA INFORMAÇÕES
e-mail
Whatsapp
JORNAL DA ORDEM
Jornal da Ordem
RÁDIO OAB/RS
Rádio OABRS
MAPA DO SITE
Abrir
(51) 3287.1800
Rua Washington Luiz, 1110 - Centro - CEP 90010-460 - Porto Alegre - RS
© Copyright 2019 Ordem dos Advogados do Brasil Seccional RS    |    Desenvolvido por Desize