Jornal da Ordem
Rádio OABRS
Twitter
Facebook
Instagram
Flickr
YouTube
spotfy
RSS
NOTÍCIAS

26.02.14  |  16h24   

Presídio Central: OAB/RS reforça necessidade da reimplantação de estacionamento para advogados

Foto: Wagner Miranda - OAB/RS

Foto: Wagner Miranda - OAB/RS

Foto: Wagner Miranda - OAB/RS

Foto: Wagner Miranda - OAB/RS

Foto: Wagner Miranda - OAB/RS

Foto: Wagner Miranda - OAB/RS

Foto: Wagner Miranda - OAB/RS

Foto: Wagner Miranda - OAB/RS

Foto: Wagner Miranda - OAB/RS

Foto: Wagner Miranda - OAB/RS

Foto: Wagner Miranda - OAB/RS

Foto: Wagner Miranda - OAB/RS

Foto: Wagner Miranda - OAB/RS

Foto: Wagner Miranda - OAB/RS

Foto: Wagner Miranda - OAB/RS

Foto: Wagner Miranda - OAB/RS

Foto: Wagner Miranda - OAB/RS

Foto: Wagner Miranda - OAB/RS

Nesta quarta-feira (26), integrantes da Comissão de Defesa, Assistência e das Prerrogativas da OAB/RS (CDAP) reforçaram aos diretores do Presídio Central de Porto Alegre (PCPA) a necessidade da reimplantação de vagas para advogados no estacionamento da casa prisional. Outra questão debatida foi o atendimento nos parlatórios.

O grupo foi composto pelo coordenador-geral das Salas da Ordem gaúcha e membro da CDAP, conselheiro seccional Paulo Dariva; o titular da Procuradoria Regional de Defesa das Prerrogativas, Rodrigo Machado; e os integrantes da CDAP, Fabiano Grazziotin Dalla Costa e Karla Sampaio. Estavam presentes também o diretor do PCPA, tenente Coronel Osvaldo Machado, e o major Dagoberto Albuquerque Costa.

Dariva frisou a importância das vagas para o desempenho do trabalho da advocacia na penitenciária. “Esta demanda veio à tona após o primeiro advogado ser barrado. Isso originou uma série de pleitos que precisam ser atendidos, já que dizem respeito às prerrogativas da advocacia”, destacou.

Segundo Dariva, “as vagas de estacionamento para advogados na casa prisional são extremamente necessárias, a fim de resguardar a segurança e a integridade física dos profissionais que ali militam”.

O diretor do PCPA mostrou-se sensível às demandas apresentadas pelos representantes da Ordem gaúcha, comprometendo-se a reanalisar e reformular a questão. “É sempre importante a OAB trazer questões para a melhoria das atividades. Vamos readequar esta pendência. Fomos obrigados a tomar esta atitude, pois a mesma demanda surgiu dos próprios policiais militares que exercem suas atividades no presídio”, explicou.

Parlatórios

A comitiva da Ordem gaúcha ainda cobrou uma melhoria efetiva nos atendimentos dos parlatórios. O major Albuquerque explicou que a telefonia passou por problemas técnicos nos últimos dias e afirmou que a dinâmica do trabalho será revista para que haja um avanço contínuo nos serviços prestados.

Os advogados que desejarem agendar o uso dos parlatórios devem ligar, em horário comercial, para o número: (51) 32884446; e no horário noturno para o número: (51) 32884329.

Wagner Miranda
Estagiário de Jornalismo

REDES SOCIAIS E FEED
RSS
spotfy
YouTube
Flickr
Instagram
Facebook
Twitter
RECEBA INFORMAÇÕES
e-mail
Whatsapp
JORNAL DA ORDEM
Jornal da Ordem
RÁDIO OAB/RS
Rádio OABRS
MAPA DO SITE
Abrir
(51) 3287.1800
Rua Washington Luiz, 1110 - Centro - CEP 90010-460 - Porto Alegre - RS
© Copyright 2020 Ordem dos Advogados do Brasil Seccional RS    |    Desenvolvido por Desize